Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Cidades afetadas pelas chuvas na Bahia recebem representantes do UNICEF e União Europeia

Visita, organizada pela CNBB e Cáritas Brasil, deve alcançar oito municípios baianos. Chuvas no Estado já causaram 26 mortes e deixaram mais de 500 pessoas feridas.

Há 18 dias - por Redação
Cidades afetadas pelas chuvas na Bahia recebem representantes do UNICEF e União Europeia
(foto por CNBB e Cáritas)
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Cáritas Brasileira organizam, até o próximo sábado (08/1), uma agenda de visitas com representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF ) e do Departamento da Comissão Europeia para ajuda humanitária e proteção social (ECHO) às cidades atingidas pelas chuvas na Bahia.
 
Desde ontem (03/01), o especialista para Emergências Rápidas da Echo, Roman Maicher, a gestora do Programa Brasil da Cáritas Suíça, Valquíria Limae representantes do Unicef/ONU percorrem os municípios de Ilhéus, Itabuna, Itajuípe, Ibicarí, Floresta Azul, Teixeira de Freitas, Medeiros Neto e Itamaraju.
 
Participam da agenda de reuniões os bispos da diocese de Ilhéus, dom Giovani Crippa; Itabuna, dom Carlos Alberto dos Santos; Teixeira de Freitas, dom Jailton de Oliveira Lino; gestores públicos locais como o vice-prefeito e secretário de desenvolvimento social de Ilhéus, Bebeto Galvão e Rubenilton Santos da Silva; o prefeito de Itabuna, Augusto Castro; a secretária de assistência social de Itabuna, Andréa Simas e o secretário de agricultura e meio ambiente de Itabuna, Moacir Smith Lima.
 
Os organismos internacionais se mobilizam junto às dioceses e paróquias, entidades parceiras e ao Poder Público. A ação soma à Campanha #SOS Bahia e Minas Gerais: Solidariedade Que Transborda, realizada desde o dia 11 de dezembro de 2021 pela Cáritas Brasileira e pela CNBB. Os recursos arrecadados serão destinados para apoiar pessoas afetadas pelas fortes chuvas na Bahia e em Minas Gerais.
 
"Neste momento, é necessário um mutirão de solidariedade", disse Dom Giovani Crippa, em mensagem de vídeo divulgada nas redes sociais. O bispo pede à sociedade que colabore com a Campanha #SOS Bahia e Minas Gerais: "É tempo de cuidar e reconstruir, é tempo de fazer transbordar o amor. Que a nossa oração e solidariedade sustentem os que mais sofrem".
 
 
As fortes chuvas no estado da Bahia já causaram 26 mortes, de acordo com o último boletim divulgado pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec).
Em 166 cidades, 715.634 pessoas foram atingidas pelas tempestades com 30.915 desabrigados, 62.731 desalojados e 518 feridos.
 
 

Galeria de imagens

Comentários

  • Esta notícia ainda não tem comentários. Seja o primeiro!