Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em aniversário da Fratelli Tutti, Papa Francisco reúne lideranças e pede respostas eficazes de COP26

Participantes do encontro assinaram documento que foi entregue a Presidente da COP26.

Há 23 dias - por Redação com Vatican News
Em aniversário da Fratelli Tutti, Papa Francisco reúne lideranças e pede respostas eficazes de COP26
(foto por Reprodução Youtube - Vatican Media)
Cientistas, especialistas e líderes religiosos estiveram reunidos no Vaticano, na manhã desta segunda-feira (04), com o Papa Francisco no encontro "Fé e Ciência: Rumo a COP26" (26a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas). O evento acontece na data do primeiro aniversário de publicação da Fratelli Tutti, encíclica dedicada à fraternidade humana, e motivou a assinatura conjunta de uma carta com sugestões de ações em favor do cuidado da Casa Comum.
 
O documento assinado foi entregue ao presidente da COP26, Alok Sharma e ao ministro das Relações Exteriores italiano, Luigi Di Maio; junto com ele, as três páginas de seu discurso. Em um dos trechos Francisco explica: “o encontro de hoje, que une muitas culturas e espiritualidades num espírito de fraternidade, reforça a consciência de que somos membros de uma única família humana: cada um de nós tem a sua própria fé e tradição espiritual, mas não existem fronteiras e barreiras culturais, políticas ou sociais que nos permitam isolar-nos”.
 
No espírito da Fratelli Tutti e Laudatto Si', o Papa enfatiza que "o compromisso de cada pessoa de cuidar dos outros e do meio ambiente é fundamental". Um compromisso "que leva a uma mudança urgente de rumo e que também deve ser alimentado pela própria fé e espiritualidade".
 
O discurso do pontífice também alerta para a cultura do descarte "que parece prevalecer em nossa sociedade e que se acomoda no que o nosso Apelo Conjunto chama de sementes de conflito: ganância, indiferença, ignorância, medo, injustiça, insegurança e violência".
 
"O respeito", sublinha o Pontífice, "não é um mero reconhecimento abstrato e passivo do outro", mas uma ação "empática e ativa" destinada a "querer conhecer o outro e entrar em diálogo com ele a fim de caminhar juntos neste caminho comum". "Uma viagem que levará à COP26 que", conclui o Papa, "é urgentemente chamada a oferecer respostas eficazes à crise ecológica sem precedentes e à crise de valores em que vivemos, e assim oferecer esperança concreta às gerações futuras".
 
A COP26 acontecerá entre 31 de outubro e 12 de novembro, em Glasgow, no Reino Unido.

Comentários

  • Esta notícia ainda não tem comentários. Seja o primeiro!