Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os jovens e o cuidado com a Criação

Vídeo do Papa para o mês de setembro.

Há 2 meses - por Por Vatican News
Os jovens e o cuidado com a Criação
Um estilo de vida sóbrio e ecossustentável é o que pede o Papa Francisco na videomensagem com a intenção de oração para setembro, mês do Tempo da Criação, divulgada pela Rede Mundial de Oração do Papa.
 
A edição de setembro do Vídeo do Papa faz parte da celebração anual, global e ecumênica do Tempo da Criação que tem início nesta quarta-feira, 1º de setembro, Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, e prossegue até 4 de outubro, festa de São Francisco de Assis, padroeiro da ecologia.
 
Na mensagem em vídeo, divulgada nesta quarta-feira (01/09), o Papa Francisco volta a falar da crise ambiental que a humanidade atravessa, com destaque para os jovens, pois considera que eles estão na vanguarda das questões ecológicas:
 
 
"Fico muito feliz em ver que os jovens têm a grandeza de empreender projetos de melhoria ambiental e social, já que as duas coisas caminham juntas. Nós, adultos, podemos aprender muito com os jovens, porque, em tudo o que diz respeito ao cuidado do planeta, os jovens estão na vanguarda. Aproveitemos o seu exemplo, reflitamos, especialmente nestes momentos de crise, crise sanitária, crise social, crise ambiental, reflitamos sobre o nosso estilo de vida."
 
 
Afirmou ainda o papa na encíclica Laudato Si':“Não nos servirá descrever os sintomas, se não reconhecermos as raízes humanas da crise ecológica”. O pontífice nos convida a questionar a forma como vivemos e utilizamos os bens materiais, "sobre a forma como nos alimentamos, consumimos, deslocamo-nos, ou o uso que fazemos da água, da energia e do plástico, e de tantos bens materiais que muitas vezes são prejudiciais à Terra", diz Francisco na videomensagem. "Vamos escolher mudar! Vamos avançar com os jovens para estilos de vida mais simples e que respeitam o meio ambiente", encoraja ele.
 
"E rezemos para que todos nós tomemos as decisões corajosas, as decisões necessárias para uma vida mais sóbria e ecossustentável, sendo inspirados pelos jovens que estão comprometidos com esta mudança. E eles não são tolos, porque estão comprometidos com seu futuro. É por isso que eles querem mudar o que vão herdar num tempo em que nós já não estaremos lá.", completa Francisco.

A raiz humana da crise ecológica

A necessidade de ações urgentes para combater a crise ambiental e social não é nova. Há cada vez mais alertas globais para tentar conscientizar a humanidade de que algo precisa mudar. Em junho passado, a ONU advertiu que "a Terra está alcançando rapidamente ‘extremos irreversíveis’ e que enfrentamos uma ameaça tripla: a perda de biodiversidade, a mudança climática e o aumento da poluição".  Isso impacta a vida de todos: “A degradação do mundo natural já está prejudicando o bem-estar de 3,2 bilhões de pessoas, ou seja, 40% da humanidade”. O secretário-geral da ONU, Antônio Guterres, acrescentou que “a humanidade há muito vem destruindo as florestas do planeta, poluindo seus rios e oceanos e arando desordenadamente a terra. Estamos devastando os ecossistemas que sustentam nossas sociedades”.

Comentários

  • Esta notícia ainda não tem comentários. Seja o primeiro!