Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Signis Argentina propõe criação de observatório de mídia e redes sociais para América Latina

Através de nota, associação repudiou atos antidemocráticos no Brasil do último domingo (8/1).

Há 25 dias - por Redação
Signis Argentina propõe criação de observatório de mídia e redes sociais para América Latina
A Signis Argentina se manifestou nesta quarta-feira (11/01) a respeito dos ataques antidemocráticos ocorridos no dia 8 de janeiro, em Brasília. Em nota, a Associação Católica para a Comunicação repudia os atos e propõe iniciativas para prevenir e combater situações semelhantes no contexto da América Latina.
 
Segundo o comunicado, "o intento de deslegitimar, mediante a força e intimidação, um governo democrático não pode ser consentido com indiferença". A associação também expressa solidariedade ao presidente Luís Inácio Lula da Silva e ao povo brasileiro "que sofre estas investidas contrárias à vontade popular expressada através das urnas".
 
Para a Signis Argentina, o exercício da vida institucional deve ser acompanhado por mostras concretas de ação, e "propõe a criação de um Observatório Latino-americano de Mídia e Redes Sociais para assumir com determinação a defesa da democracia e denúncia dos sistemas relacionados a processos anticidadania".
 
O presidente da Signis Brasil, Alessandro Gomes, recebeu com alegria a manifestação da SIGNIS Argentina: "Estamos vivendo um tempo em que é preciso constante vigilância e acompanhamento das comunicações que nos rodeiam, especialmente por causa das fake news e dos constantes ataques à democracia". Ele também agradeceu o apoio do presidente Adrian Baccaro e a todos os membros da SIGNIS Argentina.

Comentários

  • Esta notícia ainda não tem comentários. Seja o primeiro!

Mais lidas