Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Santa Zita (27 de abril)

Há 22 dias
Santa Zita (27 de abril)

Zita nasceu em Lucca, Itália, em 1218, numa família pobre, de camponeses. (Zita, na linguagem local significava moça e Zitella, mulher solteira). Não freqüentou escolas, mas aprendeu dos pais o principal, que é o próprio sentido da vida à luz da fé em Cristo. Sua regra de vida era simples: em cada coisa ou circunstância ela se perguntava: isso agrada ou desagrada a Deus? Da resposta sabia como dirigir sua vida. Como profetizou Isaias “Todos serão ensinados por Deus”, em tudo ela procurava ouvir aquela voz interior que vem do alto e é um contínuo apelo divino à virtude e ao bem.
Aos vinte anos, foi recebida como doméstica numa família da aristocracia, na cidade e incumbida dos trabalhos mais humildes e rudes. Obteve da patroa permissão para assistir missas todas as manhãs em uma igreja vizinha antes deles se levantarem. Todo o tempo de folga era dedicado à oração, visita aos doentes e pobres, com quem partilhava tudo que possuía.
Num período que não existiam as leis de proteção social, como hoje, ela não se sentia injustiçada e aplicava o conselho de São Paulo “Obedecei aos vossos senhores terrenos, como se servísseis a Cristo e não aos homens, sabendo que cada um, seja escravo ou livre, receberá do Senhor a recompensa por todo o bem que tiver praticado (Ef 6,5-8).
Santa Zita permaneceu no emprego doméstico até sua morte, aos sessenta anos e foi declarada padroeira das empregadas do lar.
Santa Zita, rogai por nós!

Sobre o autor

Raul Ribas

Pós-graduado em Teologia pela Universidade Católica Dom Bosco, de Campo Grande (MS), membro do Movimento dos Focolares e um entusiasta pesquisador e divulgador da vida dos santos.