Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

São Pascoal Bailão (17 de maio)

Há 2 meses
São Pascoal Bailão (17 de maio)

Nasceu na Espanha no século 16, em um domingo de Páscoa (razão de se chamar Pascoal), numa família de camponeses. Não freqüentou escolas, mas andava com um livrinho pedindo às pessoas que o ensinassem a ler para poder ler a Bíblia.
Aos vinte anos, ingressou em um convento franciscano. Foi-lhe oferecida a possibilidade de estudar para o sacerdócio, mas ele recusou, querendo ser somente irmão leigo, assumindo as tarefas mais humildes, de porteiro e cozinha. Praticou a Regra de São Francisco com todo rigor, avançou na perfeição religiosa, causando admiração de todos.
Tinha por característica a devoção à Santíssima Eucaristia, diante da qual passava horas e noites inteiras. Embora simples irmão leigo, Pascoal escreveu admiráveis tratados de espiritualidade. Deus lhe revelou o dia em que ia morrer, o que se deu no domingo de Pentecostes, 17 de maio de 1592. O Papa Leão XIII o declarou protetor dos Congressos Eucarísticos.
São Pascoal Bailão, rogai por nós!

Sobre o autor

Raul Ribas

Pós-graduado em Teologia pela Universidade Católica Dom Bosco, de Campo Grande (MS), membro do Movimento dos Focolares e um entusiasta pesquisador e divulgador da vida dos santos.

Mais lidas