Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

São Manoel (17 de junho)

Há 19 dias
São Manoel (17 de junho)

Manuel ou Manoel provêm do nome bíblico Emanuel com que foi chamado o Messias na famosa profecia de Isaias (7,14) e que significa “Deus Conosco”. Esse nome é muito comum entre espanhóis e portugueses, e também aqui no Brasil onde temos três municípios com o nome de São Manoel.
Constam somente dois santos com este nome. Um, comemorado no dia 26 de março era militar e foi martirizado na Ásia Menor e o que hoje veneramos, junto com Sabel e Ismael também foi morto por ordem de Juliano apóstata no ano 363.
Um breve relato do contexto histórico da época:
No ano 313, o imperador Constantino Magno, por meio do Edito de Milão, concedeu liberdade religiosa à Igreja e a instituiu como religião oficial do império e recebeu o batismo. Durante quase 50 anos, ela conquistou larga expansão, mas em 361 seu sobrinho Juliano o apóstata (que significa traidor da fé) tornou-se imperador e empenhou-se em barrar a expansão da religião cristã.
Em 363, o Império Romano estava em guerra contra os persas, que em desvantagem na luta enviou os cristãos Manoel, Sabel e Ismael como embaixadores para negociar a paz. Juliano descarregou então, neles, todo seu ódio ao cristianismo e aos persas, submetendo-os a cruéis tormentos e decapitando-os.
Os persas, ofendidos com a matança de seus embaixadores, redobraram seus esforços na guerra e venceram o Império Romano e o próprio Juliano, ferido de morte, gritou exclamando: ”Venceste ó Galileu” numa alusão a Cristo. A partir de então, a Igreja definitivamente voltou a viver em paz.
São Manoel, rogai por nós!

Sobre o autor

Raul Ribas

Pós-graduado em Teologia pela Universidade Católica Dom Bosco, de Campo Grande (MS), membro do Movimento dos Focolares e um entusiasta pesquisador e divulgador da vida dos santos.

Mais lidas