Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Santo Aurélio (20 de julho)

Há 26 dias
Santo Aurélio (20 de julho)

Santo Aurélio nasceu no século 4 e, desde diácono, se destacava pela caridade, zelo, pureza de vida e pelo culto da Liturgia. Foi bispo da diocese de Cartago, a mais antiga da África, durante os anos de 392 até 429 e, por isso, tinha primazia sobre todos os bispos da região, que na época eram cerca de 300, como se deduz das atas do sínodo de Cartago em 411.
A providência o fez contemporâneo, vizinho de diocese e grande amigo de Santo Agostinho de Hipona a quem admirava por sua inteligência, erudição invulgar e eloqüência cativante. Já Agostinho o estimava pelo zelo, ação pastoral e santidade de vida. Era, de fato, homem de Deus, formado na tradição eclesiástica, verdadeiro pastor, homem de governo, piedade e prudência. Juntos combateram as heresias da época, tais como o pelagianismo, o donatismo e resquícios do arianismo.
Muito do que sabemos hoje de Santo Aurélio foi o próprio Santo Agostinho quem informou. Convocou e dirigiu 20 sínodos de bispos, sempre com o apoio de Agostinho. Gozava de tanto prestígio entre os bispos que, carinhosamente, era chamado de “Santo Papa Aurélio”. Também era muito querido pelo Papa Santo Inocêncio I e São João Crisóstomo, o grande patriarca de Constantinopla.
Aurélio faleceu em 429, poucos meses antes de Santo Agostinho.
Santo Aurélio, rogai por nós!

Sobre o autor

Raul Ribas

Pós-graduado em Teologia pela Universidade Católica Dom Bosco, de Campo Grande (MS), membro do Movimento dos Focolares e um entusiasta pesquisador e divulgador da vida dos santos.

Mais lidas