Cookies e Política de Privacidade
A SIGNIS Agência de Notícias utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

São Martinho de Tours (11 de novembro)

Há 29 dias
São Martinho de Tours (11 de novembro)

São Martinho (315-397), o célebre bispo de Tours, França, depois de Santo Antão, é o primeiro santo, não mártir, a receber culto oficial da Igreja. A popularidade que gozou na França está evidenciada em um dado estatístico: mais de 3600 igrejas e 480 povoados Franceses escolheram-no como seu patrono.
Meu propósito éescrever um resumo da vida do “santo do dia” na liturgia da Igreja, apresentando-o como modelo de vida e santidade, de forma sucinta e objetiva o suficiente para não cansar quem lê mas que abranja o máximo (do mínimo) para conhecê-lo. No caso de São Martinho não atingirei meu objetivo pois muito dos seus 81 anos de vida ficará sem citação.
Nasceu de família pagã na Hungria e quando em sua infância começou a frequentar o catecumenato ( preparação para o batismo) seu pai o encaminhou para a carreira militar e foi destinado para a Gália, atual França, onde em suas folgas continuava sua preparação.
Aos 22 anos desligou-se do exército iniciando uma vida de monge e como tal passou a ter inúmeros seguidores, criando grande número de mosteiros nos locais mais remotos do país. Ao contrário do Oriente, seus monges recebiam ordenação sacerdotal, facilitando a irradiação da vida cristã, atraindo o povo à conversão. Deus abençoou seu incansável zelo com inúmeros sinais e maravilhosos milagres que tornaram Martinho conhecido e amado.
Em 371, ficou vaga a diocese de Tours. A voz unânime do povo o proclamou bispo onde exerceu seu múnus episcopal por 25 anos, dedicando-se aos pobres e às comunidades mais distantes até sua morte aos 81 anos.
São Martinho de Tours, rogai por nós!

Sobre o autor

Raul Ribas

Pós-graduado em Teologia pela Universidade Católica Dom Bosco, de Campo Grande (MS), membro do Movimento dos Focolares e um entusiasta pesquisador e divulgador da vida dos santos.

Mais lidas